você está em www.ovizinho.com.br

O Vizinho / Bureau: Novidades

Veja também: Um novo sítio está no ar.

Ano de 1999

 


2ª quinzena de dezembro de 1999 -  Press Release 027
NOSSA MENSAGEM DE FINAL DE ANO

Neste ano de 99, nós do Bureau de Comunicação e Eventos do jornal dos bairros de Joinville "O Vizinho" e da Expofeira Multisetorial de Produtos e Serviços para o Lar e Família – Prolar, o mantivemos bem informado.
Fizemos isto para dividir nosso entusiasmo e sucesso com você. Para que você pudesse compartilhar nossas conquistas e alegrar-se conosco.
Foi um ano de muito trabalho. Realizamos bastante. Amadurecemos muito.
Consolidamos nossos negócios. Foi mais um ano bom.
Para o ano 2000, prevemos que teremos ainda mais oportunidades.
Que poderemos realizar muito. Será um ano ainda melhor. Nós já sabemos...
É justamente essa certeza, de um ano melhor, que queremos compartilhar com você.
Prepare-se. Faça seu planejamento.
Continuaremos a enviar-lhe, sistematicamente, nossos jornais e releases.
Com sua torcida, nossas conquistas serão mais fáceis. Obrigado.

Feliz Natal. Próspero Ano Novo.

 

2ª quinzena de dezembro de 1999. -  Press Release 026
EMPRESA EVITA QUE QUASE QUATRO MILHÕES DE PANFLETOS SEJAM JOGADOS NAS RUAS DE JOINVILLE

A panfletagem é um problema quase crônico nas grandes cidades. Joinville, a maior cidade do estado de Santa Catarina também é vítima deste serviço. Por se tratar de uma das mais eficazes ferramentas de marketing, e pelo baixo custo, pequenas e grandes empresas estão, cada vez mais, produzindo panfletos, jornais promocionais e impressos diversos para distribuição.
A panfletagem, nas ruas e esquinas, incomoda os transeuntes, atrapalha os motoristas, cria riscos de acidentes, suja a cidade e dá trabalho à polícia militar e aos fiscais da prefeitura.
Mas, o caos poderia ter sido maior. Através da equipe de distribuição do jornal dos bairros de Joinville "O Vizinho", 3.973.100 panfletos foram encartados, distribuídos ou anunciados no jornal dos bairros de Joinville.
"Estes quase quatro milhões de panfletos foram distribuídos durante este ano, por nossa equipe", afirma Altamir Andrade, empresário e editor de "O Vizinho".
Há quase dez anos no mercado, a equipe do jornal trabalha uniformizada e identificada com a logomarca da empresa. Os entregadores recebem treinamento especializado e a distribuição é domiciliar, ou seja, de casa em casa.
O empresário e sócio-gerente, Fábio M. Mazotto, acredita que se não fosse o trabalho do jornal "O Vizinho", a cidade ficaria muito suja. "Nosso jornal é um concorrente direto da panfletagem. Através do programa de Qualidade Total de Entrega- QTE conseguimos demonstrar, aos empresários, que é muito mais barato contratar nossos serviços e a qualidade da entrega é imbatível. Assim, milhares de folhetos, que provavelmente seriam distribuídos por amadores que invadem os sinaleiros e sujam as ruas da cidade, foram colocados nas caixas de correspondências ou entregues nas portas dos domicílios joinvilenses", explica Mazotto.
Grandes, médias e pequenas empresas contrataram os serviços do jornal "O Vizinho", durante este ano. Entre elas, destacaram-se o Stoc Supermercados, Univille/Inbrape, Motel Luxor, Odontoville, Irimar, Big Ben, Colégio Objetivo, CDL Joinville, Data Control, Sonorus, Allestur, Quimidrol, Silva Mat. de Construção, KG Consórcio, Duartes, Mat. de Constr. De Pieri, Magic Video entre outras.

 

1ª quinzena de dezembro de 1999 -  Press Release 025
DENÚNCIA SOBRE A FALTA DE ÉTICA NO JORNALISMO

"Ética é um tema muito discutido no meio político e profissional. No jornalismo, a falta de ética tem provocado danos irreparáveis, às vítimas. Recentemente, fizemos uma reportagem sobre a Telesc . O jornal Folha da Cidade, de Caçador-SC, copiou na íntegra, a denúncia de nossa edição 328, e a publicou sem citar a fonte. Como a matéria era uma denúncia, a Telesc ameaçou o jornal Folha da Cidade. O editor, não tendo como provar o que copiou, acabou publicando, na semana seguinte, outra matéria desmentindo o jornal "O Vizinho". Faltou com a ética duas vezes o jornal Folha da Cidade. Na primeira publicação, deixou de citar a fonte. Tomou para si a nossa reportagem, como se fosse dele. Na segunda vez, envolveu o nome do nosso jornal em matéria que diz ter sido exigida pela Telesc.
É um caso grave de falta de ética no jornalismo. Estamos acionando nossa assessoria jurídica e denunciando o jornal Folha da Cidade nas associações e sindicatos. Pois até esta data, o mesmo não corrigiu seus erros anti-éticos."
Este artigo está publicado no editorial do jornal "O Vizinho", edição 334 (disponível também na Internet, no sítio www.ovizinho.com.br). O Sindicato dos Jornalistas do estado de Santa Catarina, a Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina, Adjori-SC e a Associação Brasileira dos Jornais do Interior,      Abrajori, também estão sendo informadas do assunto.
"Que o mesmo sirva de exemplo e possa suscitar o debate no meio acadêmico, profissional e empresarial", diz o jornalista e editor do jornal "O Vizinho", Altamir A. Andrade. "Espero que os órgãos fiscalizadores e associativos tomem providências".
Apesar de editar há oito anos o jornal "O Vizinho", só recentemente Andrade assumiu a redação do mesmo. Em 97 participou do concurso vestibular do IELUSC Joinville. Aprovado, iniciou a faculdade compondo a 1a turma de jornalismo desta nova universidade.
"Antes disso, sempre tive jornalistas responsáveis, em nossa empresa. Jamais ‘chupamos’ matéria de qualquer outro veículo, sem dar o devido crédito. Infelizmente, alguns profissionais praticam esta atitude anti-ética. E não é só nos pequenos jornais. Alguns profissionais de grandes veículos também tem esse péssimo hábito. Temos que denunciar. O país precisa ser mais ético", diz Andrade.
O jornal dos bairros de Joinville "O Vizinho" é distribuído gratuitamente em 100 mil domicílios joinvilenses. A cobertura atinge 35 bairros, oito localidades e três Distritos da cidade. Isto representa mais de 95% dos domicílios, da maior cidade do estado de Santa Catarina, atingidos pelo pequeno jornal que já foi destaque nacional, quando recebeu o Prêmio "Talento Empreendedor Catarinense", em 95.

 

1ª quinzena de dezembro de 1999 -  Press Release 024
ADJORI-SC TEM SÍTIO NA INTERNET E DIVULGA GANHADORES DO PRÊMIO DE JORNALISMO

Patrocinada pelo jornal dos bairros de Joinville "O Vizinho", a Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina está com o sítio no ar. O endereço, na rede mundial de computadores é www.ovizinho.com.br/adjori

Durante o XII Encontro dos Jornais do Interior de Santa Catarina, promovido pela Associação dos Jornais do Interior de SC, Adjori-SC, foram entregues os prêmios do Primeiro Prêmio Adjori-SC de Jornalismo.
O evento, que aconteceu no último final de semana do mês de novembro, aconteceu no Hotel Cambirela, em Florianópolis. O ponto máximo foi no sábado à noite. Em solenidade concorrida, com a presença de autoridades, editores e proprietários de empresas jornalísticas de quase 60 jornais do interior do estado, quatro jornais receberam cinco prêmios.
O Primeiro Prêmio Adjori-SC de jornalismo teve dois temas: Festa das Flores e Prolar. Apenas dois jornais optaram por também fazer reportagens sobre a Prolar. Os demais, preferiram apostar todas as fichas no tema Festa das Flores.
De acordo com o presidente da Adjori-SC, Miguel Ângelo Gobbi, o Prêmio de Jornalismo foi uma das mais importantes iniciativas da associação, desde a sua existência. "Criamos mais um espaço nobre para incentivar, ainda mais, a profissionalização e a qualidade editorial dos jornais associados" diz Gobbi, satisfeito com a iniciativa do jornal "O Vizinho" patrocinador do Prêmio, em parceria com a Prolar.

Com o tema Prolar, os jornais premiados foram:
1o lugar – Jornal Folha do Oeste, de São Miguel do Oeste
2o lugar – Jornal O Planalto, de Canoinhas

Com o tema Festa das Flores, os três jornais classificados foram:
1o lugar – Jornal Classitudo, de Joinville
2o lugar – Jornal O Porto, de Mondaí
3o lugar – Jornal O Planalto, de Canoinhas

Os jornais premiados receberam os respectivos prêmios:
1o lugar – R$ 1.000,00 e uma escultura em bronze no valor de R$ 1.250,00
2o lugar – R$ 500,00 e uma escultura em alumínio no valor de R$ 700,00
3o lugar – R$ 250,00 e uma escultura em resina no valor de R$ 300,00

As esculturas foram produzidas pela artista plástica N. Dina, de Balneário Camboriú-SC, parceira da Prolar desde 96.
Os resultados do Primeiro Prêmio Adjori-SC de Jornalismo estão sendo divulgados na Internet, também, no sítio www.ovizinho.com.br/adjori

 

2ª quinzena de novembro de 1999 -  Press Release 023
NOVE CATARINENSES E UM PARANAENSE GANHARAM BICICLETAS DA QUINTA PROLAR

A Quinta Prolar, Expofeira Multisetorial de Produtos e Serviços para o Lar e Família, que aconteceu no período de 12 a 21 de novembro, junto à 61a Festa das Flores, na Expoville, em Joinville-SC, sorteou dez bicicletas entre os 100.300 visitantes.
Diariamente, a Quinta Prolar sorteou bicicletas 18 marchas entre os visitantes da expofeira e da 61a Festa das Flores. Patrocinadas pela Jobrasil, de Joinville, cinco bicicletas eram do tipo aluminium.
Os premiados foram:

Agnello Kieper – Rua Saguaçu, 52 – Saguaçu - Joinville
Altair Vicentim – Rua Fraternidade, 241 – Nova Brasília – Joinville
Claudio R. Hang – Rua XV de Novembro, 644 – Centro - Joinville
Flavia C. Mira – Rua Alvin Passold, 198 – Vila Nova – Joinville
Gilberto P. Zluhan – Rua Manaus, 117 - Saguaçu
Jair Tito dos Santos – Rua Cap. Pedro E. Hoffmann – Palhoça - SC
Lucas T. K. Poffo – Rua Fernando de Noronha, 112 – Centro - Joinville
Maria A. Pessoa – Rua Sebastião de Borba, 205 – Espinheiros – Joinville
Solange M. Costa – Rua Paraná, 272 – Anita Garbaldi - Joinville
Thiago K. S. Sato – Rua 31 de outubro, 55 – Morretes – PR

"Esta é a festa mais bonita que eu já vi. Eu e minha família ficamos maravilhados com as flores. A idéia da feira junto à festa foi excelente. Os dois eventos se completam. A feira é muito bonita também, e cheia de novidades. Houve preocupação em decorar o ambiente com muitas flores. E, ainda, ganhei uma bicicleta. Não podia ser melhor", disse Jair Tito dos Santos, de Palhoça, município catarinense próximo à Florianópolis.
Segundo o organizador da Quinta Prolar, Altamir A. Andrade, foram atingidas as expectativas: "Conseguimos realizar a melhor Prolar. Tínhamos 45 estandes e 172 empresas expondo produtos e serviços de excelente qualidade. Fizemos uma seleção entre os expositores dos anos anteriores e convidamos novas empresas com outros produtos. Entre os 45 estandes, não havia nenhum segmento repetido. A diversidade, a qualidade e os excelentes preços, tornaram a Quinta Prolar um grande sucesso da 61a Festa das Flores".Dados oficiais da Promotur divulgam que 100.300 pessoas visitaram a Festa das Flores. O último Domingo teve o maior público: 19.605 visitantes.

 

2ª quinzena de novembro de 1999 -  Press Release 022
PROLAR TEM RECORDE DE EMPRESAS EXPOSITORAS

A Quinta Prolar, Expofeira Multisetorial de Produtos e Serviços para o Lar e Família, que está acontecendo junto à 61a Festa das Flores, na Expoville, em Joinville-SC, tem 172 empresas expositoras.
Distribuída em 45 estandes e totalmente reformulada, com corredores mais amplos e belíssimos jardins decorados pelos próprios expositores, como a DirecTV, de São Paulo e a Serralheria Positiva, de Joinville, a Quinta Prolar está perfeitamente integrada à Festa das Flores.
Nos estandes, os visitantes encontram dezenas de produtos, lançamentos e novidades para o lar e uso doméstico. Além da cozinha maluca, com várias utilidades para facilitar a vida de quem gosta de cozinhar, a Eurocom do Brasil, de Vila Velha-ES, está apresentando uma serra que corta vidro, aço, azulejos, cerâmicas e que se adapta aos arcos de serras comuns.
O público que visita a Quinta Prolar encontra muito movimento, também. A escola de música Sonorus, de Joinville, por exemplo, faz apresentações com seus alunos, diariamente. E se você ainda se incomoda com os pelinhos que ficam grudados na roupa, a escova Pega Tudo resolve o seu problema.
"É difícil sair da feira sem levar alguma coisa. São muitas novidades e os preços, são de fábrica. Estou levando algumas blusas de fio para minha filha", diz Rosália Alcântara da Silva, 43 anos, de Manaus-AM, que visita a Prolar e a Festa das Flores pela primeira vez.
O empresário Altamir A. Andrade, organizador da Prolar está satisfeito com os resultados: "Com esta Quinta edição da Prolar, consolidamos o evento. A nova apresentação, com os corredores mais amplos e empresas expondo em lotes ajardinados, deixou a feira ainda mais bela e integrada à Festa das Flores", diz.
Apesar das chuvas fortes durante todo o final de semana do feriadão do dia 15/11, aproximadamente 30.000 pessoas já visitaram a Festa das Flores e a Prolar.
"Esperamos, no mínimo, mais 50 mil visitantes, até o dia 21/11", prevê Andrade.
O horário de visitação da feira é das 10h às 22h. No Sábado e no Domingo, das 9h às 22h. Diariamente, às 21h30min, é sorteada uma bicicleta entre os visitantes. Patrocíno da Jobrasil, de Joinville.
 Mais informações sobre a Quinta Prolar com Altamir A. Andrade. Fone (0—47) 984-6244. E-mail: andrade@ovizinho.com.br

 

1ª quinzena de novembro de 1999 -  Press Release 021
PAPAI NOEL VEM PARA A ABERTURA DA PROLAR E DA FESTA DAS FLORES

Na próxima sexta-feira, dia 12/11/99, às 18h30min, o Papai Noel estará em Joinville.

Enquanto a cidade está sendo decorada com motivos natalinos, o Papai Noel faz uma visita surpresa e vem conferir de perto, toda essa agitação.
Convidado para participar da abertura da 61a Festa das Flores e da Quinta Prolar, o Papai Noel aceitou o convite imediatamente. "Há mais de 60 anos que eu queria visitar a Festa das Flores. Finalmente vou realizar esse sonho", desabafa o Papai Noel.
Mas, a presença do Papai Noel não será somente na abertura da Festa das Flores. Alguns empresários, expositores, e os organizadores da Quinta Prolar, estão conversando com ele. "Estamos convencendo o Papai Noel a ficar em Joinville no período de 12 a 21 de novembro. Assim, além de ele poder apreciar, com mais tempo, toda a beleza das flores, poderá receber os visitantes nos estandes da Prolar", informa Altamir A. Andrade, organizador da expofeira.
O que está sendo decisivo para que o Papai Noel fique na Prolar, é o fato de haver brindes, para os visitantes. "Presentear é o que me deixa feliz. Já que a Prolar está presenteando um visitante, diariamente, com o sorteio de uma bicicleta, estou me sentindo em casa", confessa Papai Noel.
As bicicletas são patrocinadas pela Jobrasil, de Joinville.
Promovida pela Associação Comercial e Industrial de Joinville, Acij, a Quinta Prolar estará aberta ao público das 10h às 22h, diariamente. Aos sábados, domingos e feriado do dia 15/11/99, abre às 9h da manhã. Será uma ótima oportunidade para os visitantes anteciparem compras e encomendas de natal.
Várias outras atrações paralelas estarão acontecendo nesse período, entre elas: Mostra Ecológica, Exposição de Modelismo, Parque de diversões, Espaço Cultural, Caravanas Escolares, Mercado de Plantas, Semana da Fotografia, Workshopp de Gastronomia, Praça de Alimentação, Rua do Lazer, Passeio Ciclístico e Seminário de Turismo Rural.
O prefeito Luiz Henrique da Silveira será o anfitrião da festa. Além do Papai Noel, vai receber também outras autoridades como o Ministro do Turismo e Desporto, Rafael Greca e o Governador do Estado de Santa Catarina, Esperidião Amim.
Mais informações sobre a Quinta Prolar com Altamir A. Andrade. Fone (0—47) 984-6244. E-mail: andrade@ovizinho.com.br

 

1ª quinzena de novembro de 1999 -  Press Release 020
PESCADOR IDEALIZA VARAL QUE ESTARÁ NA QUINTA PROLAR

   Entre as dezenas de novidades que estarão expostas na Quinta Prolar, a empresa joinvilense RJA estará lançando o Stick Varal. Trata-se de um utensílio doméstico que aproveita a idéia da carretilha das varas de pesca. Mais um caso genial de adaptação.

De tanto ouvir as reclamações da mulher quanto, ao problema de secar a roupa lavada e não ter um varal que realmente funcionasse direito, um homem criou um dispositivo prático e resolveu o seu problema doméstico. O mais interessante é que a idéia brotou num dia de pescaria, à beira de uma lagoa. Ao invés dos peixes que prometeu levar para a esposa, o marido apareceu com uma solução definitiva de varal para qualquer tipo de residência, seja casa ou apartamento.
O Stick Varal é um dos produtos que estará exposto, no período de 13 a 21 de novembro, na Expoville, em Joinville, SC. A Quinta Prolar, Expofeira Multisetorial de Produtos e Serviços para o Lar e Família, é o mais importante evento paralelo da 61a Festa das Flores. Integrados, os dois eventos pretendem atrair aproximadamente 100 mil visitantes.
Promovida pela Associação Comercial e Industrial de Joinville, Acij, a Quinta Prolar está reunindo expositores das cidades de Porto Alegre (RS), Florianópolis (SC), Curitiba (PR), Balneário Camboriú (SC), São Paulo (SP), Jaraguá do Sul (SC), Guaramirim (SC), Vila Velha (ES), Brusque (SC), Pomerode (SC), São José (SC), Itajaí (SC), Taquara (RS) e Joinville (SC).
"Esta será a melhor edição da Prolar. Em relação aos anos anteriores, reduzimos em 50% o número de estandes. Ampliamos os corredores e selecionamos os expositores. Produtos e serviços de excelente qualidade e bons preços estarão expostos. Será uma ótima oportunidade para os visitantes encomendarem ou anteciparem as compras de natal", informa Altamir A. Andrade, organizador da Prolar.
A Prolar estará aberta ao público das 10h às 22h. Nos sábados, domingos e no feriado do dia 15/11, abre às 9h. No dia 12/11, às 18h30min, acontecerá a abertura. Convidados especiais e autoridades como o Ministro Rafael Greca (patrono da 61a Festa das Flores) e o Governador Esperidião Amim serão recepcionados pelo Prefeito Luiz Henrique da Silveira.
A Prolar tem disponível apenas três estandes, ainda. Mais informações sobre o evento com Altamir A. Andrade. Fone (0—47) 984-6244. E-mail: andrade@ovizinho.com.br

 

2ª quinzena de outubro de 1999 -  Press Release 019
MINISTRO RAFAEL GRECA VEM ABRIR A 61a FESTA DAS FLORES E A 5a PROLAR

No dia 12 de novembro, às 20h, o Ministro do Turismo e Esporte, Rafael Valdomiro Greca de Macedo, estará em Joinville, SC, para a abertura oficial da Festa das Flores e da Prolar.

No período de 13 a 21 de novembro, Joinville será o palco de uma das mais belas e tradicionais festas do sul do país: a 61a Festa das Flores. Tradicionalmente, as orquídeas, cultivadas pelos associados da Agremiação Joinvilense de Amadores de Orquídeas, AJAO, têm o maior destaque. É um espetáculo de perfumes, cores e várias atrações paralelas que há 60 anos preenchem os pavilhões da Expoville. Serão mais de sete mil metros quadrados de arte, flores, história, cultura e gastronomia para encantar os 100 mil visitantes que são esperados.
Integrada ao fluxo da Festa das Flores está também o mais importante evento paralelo, a Quinta Prolar. Promovida pela Associação Comercial e Industrial de Joinville, ACIJ, a Prolar reúne empresas que estarão expondo produtos e serviços para o lar e família. Já está confirmada a participação de empresas dos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Espírito Santo e Santa Catarina.
Os visitantes da Festa das Flores e da Prolar poderão conhecer as últimas novidades em decoração, artes plásticas, vestuário, móveis, estofados, colchões medicinais, artesanato, automação residencial, entre outras atrações expostas pelas empresas que participam da Prolar.
A abertura oficial dos eventos contará com a presença do Ministro do Turismo e Esporte, Rafael Greca, que estará em Joinville no dia 12 de novembro de 1999. Programada para as 20h, a solenidade terá ainda a participação de várias outras autoridades que serão recepcionadas pelo prefeito Luiz Henrique da Silveira.
A Prolar conta com o apoio, também, do Conselho dos Núcleos Setoriais e do Núcleo de Comunicação da Acij, Fundação Empreender, Promotur, Ajao, Prefeitura Municipal de Joinville e Adjori-SC.
A Prolar tem disponível apenas cinco estandes, ainda. Mais informações sobre o evento com Altamir A. Andrade. Fone (0—47) 984-6244. E-mail: andrade@ovizinho.com.br

 

1ª quinzena de outubro de 1999-  Press Release 018
QUINTA PROLAR TEM APENAS OITO ESTANDES DISPONÍVEIS

Prevista para acontecer no período de 13 a 21 de novembro, na Expoville, em Joinville-SC, a Prolar – Expofeira Multisetorial de Produtos e Serviços para o Lar e Família é o mais importante evento paralelo da 61a Festa das Flores.

Diversidade de produtos e serviços é o que promete a Quinta Prolar. Para isso, já está confirmada a participação das seguintes empresas:

Ateliê N.Dina – Esculturas e Artes Plásticas – Bal. Camboriú – SC (01 estande)
Ajart – Artesanato manual – Joinville – SC (01 estande)
Azamtropex – Utensílios de cozinha – Porto Alegre – RS (02 estandes)
Arte e Manha Festas – Decoração para casamentos – Joinville – SC (01 estande)
Adjori–SC – Jornais do Interior de SC – Florianópolis – SC (01 estande)
Cal’arte – Pintura em tela – Curitiba – PR (01 estande)
Confecções Duas Meninas – Moda praia – Balneário Camboriú – SC (01 estande)
Directv – Antenas parabólicas – São Paulo – SP (01 lote)
Estimação – Camisetas e bermudas – Schoereder – SC (01 estande)
Estofados Mannes – Estofados – Guaramirim – SC ( 04 estandes)
Eurocom do Brasil – Ferramentas – Vila Velha – ES (01 estande)
Éder Cortinas – Cortinas e Persianas – Joinville – SC (02 estandes)
Hang Sistemas – Circuito Fechado de TV – Joinville – SC (01 estande)
Jobrasil – Bicicletas – Joinville – SC (01 estande)
Ótica Brasil – Óculos – Joinville – SC (01 estande)
Original’s Fios – Moda em fio – Joinville – SC (01 estande)
Orlando Keunecke – Moda 3a Idade – Joinville – SC (01 estande)
Tito Molduras – Molduras, quadros e espelhos – Joinville – SC (01 estande)
Prod. Alim. Pescador – Frutas cristalizadas – Brusque – SC (01 estande)
Maxiforma – Colchões Medicinais – Pomerode – SC (02 estandes)
Serralheria Positiva – Portões eletrônicos e automação – Joinville – SC (01 lote)
Sono e Sonho – Pijamas – São José – SC (01 estande)
Gabrisa – Semi Jóias – Joinville – SC (01 estande)
Tamoyo – Linha compl. produtos para ind. moveleira - Itajaí – SC (03 estandes)
New B – Roupas de Couro – Taquara – RS (01 estande)

Segundo o organizador do evento, Altamir A. Andrade, para ocupar os oito estandes ainda disponíveis, só serão convidadas empresas que tenham produtos/serviços diferenciados das que já estão com a participação confirmada. "Nosso propósito é diversificar ao máximo para aumentar a satisfação do visitante e do próprio expositor", explica Andrade.
Mais informações sobre a Quinta Prolar pelo fone (0--47) 984-6244. E-mail: andrade@ovizinho.com.br

 

1ª quinzena de outubro de 1999-  Press Release 017
ESTOFADOS MANNES NA QUINTA PROLAR

Anualmente a Prolar tem uma empresa destaque. Em 97 foi o Consórcio União/Cia Jordan de Veículos (revenda Ford), de Joinville. Em 98 a loja de móveis Florense, também de Joinville. Para este ano, já está confirmada a participação da Estofados Mannes, de Guaramirim, SC.

Ocupando um espaço de 42 metros quadrados, a Estofados Mannes, de Guaramirim, SC, participará como expositora da Quinta Prolar, que acontecerá no período de 13 a 21 de novembro, na Expoville, em Joinville, SC, junto à 61a Festa das Flores.
De acordo com o Gerente Comercial da Mannes, Sr. Alexandre Vaz, "os visitantes da Prolar e da Festa das Flores estarão conhecendo as últimas novidades de nossa coleção de estofados, poltronas, sofás-camas. Os produtos apresentados na Prolar seguem as últimas tendências de design, com uma variedade de padrões, desde tecidos nacionais, importados e couro natural".
Reconhecida nacional e internacionalmente como uma das melhores empresas do setor, a Estofados Mannes estará utilizando a Prolar como uma estratégia de venda e divulgação de seus produtos, pois recentemente inaugurou uma loja de fábrica junto a empresa, em Guaramirim, SC.A Prolar é uma Expofeira Multisetorial de Produtos e Serviços para o Lar e Família. Promovida pela Associação Comercial e Industrial de Joinville, ACIJ, é uma das mais importante atrações paralelas da Festa das Flores. O público previsto, para este ano, é de aproximadamente 100 mil visitantes.
Organizada com tecnologia alemã da Câmara de Artes e Ofícios de Munique e Alta Baviera, a Prolar conta com o apoio do Conselho dos Núcleos Setoriais e do Núcleo de Comunicação da ACIJ. Além dos tradicionais parceiros joinvilenses: Agremiação Joinvilense de Amadores de Orquídeas, AJAO; Governo de Joinville; Promotur e Fundação Empreender, a Quinta Prolar tem outro importante parceiro este ano, a Associação dos Jornais do Interior de SC, Adjori-SC, que está promovendo o Prêmio Adjori-SC de jornalismo com os temas: Festa das Flores e Prolar.
Mais informações sobre a Quinta Prolar com o organizador do evento, Altamir Andrade. Fone (047) 984-6244. E-mail: andrade@ovizinho.com.br

 

2ª quinzena de setembro de 1999 -  Press Release 016
ADJORI-SC DIVULGA REGULAMENTO DO PRÊMIO DE JORNALISMO

A promoção é inédita na história da Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina. Dois temas concorrerão à prêmios: Festa das Flores e Prolar. O objetivo da iniciativa é promover em nível estadual o conteúdo editorial dos jornais associados.

Joinville é sede da mais tradicional de todas as festas catarinenses, a Festa das Flores, que este ano chega à sua 61a edição. Paralelo a ela, há cinco anos, acontece a Prolar – Expofeira Multisetorial de Produtos e Serviços para o Lar e Família. Ambas são palco de estréia de uma iniciativa pioneira: o Prêmio Adjori-SC de Jornalismo.
É um concurso que tem por objetivo valorizar o trabalho jornalístico feito no interior do Estado. As seis melhores reportagens sobre os dois eventos receberão prêmios em dinheiro, mais troféus e certificados.
O regulamento está sendo divulgado na página quatro do jornal da Adjori-SC, edição número sete, com destaque em primeira página e foto colorida da Festa das Flores.
Para o presidente Miguel Ângelo Gobbi, a participação dos jornais no concurso transcende à importância dos prêmios. "Será uma oportunidade deles mostrarem para toda Santa Catarina a qualidade do jornalismo feito no interior, pois seus trabalhos serão vistos por visitantes e expositores da mais tradicional de todas as festas promovidas no Estado (no caso, a Festa das Flores), por si só uma fantástica oportunidade de projeção para os veículos participantes", diz.
Na opinião do Diretor de Marketing da Adjori-SC, Altamir A. Andrade, este prêmio é uma parceria que atende vários objetivos. "Além de divulgarmos a existência da entidade em todo o Estado, estamos incentivando que outros pequenos jornais do interior se associem à Adjori-SC. Atualmente temos 130 jornais associados que representam uma força editorial de aproximadamente 250 mil exemplares semanais. Com este concurso prevemos um crescimento para 150 jornais associados e aumento da força editorial para 300 mil exemplares semanais", acredita.
Para o presidente da AJAO – Agremiação Joinvilense de Amadores de Orquídeas, Pedro Holderbaun, esta parceria foi um dos melhores acontecimentos destes 61 anos de Festa das Flores. "Através destes concurso a população catarinense tomará mais conhecimento da Festa e possibilitará um crescimento do número de visitantes", finaliza.

 

1ª quinzena de setembro de 1999 -  Press Release 015
PROLAR E FESTA DAS FLORES TERÃO SORTEIOS DIÁRIOS DE BICICLETAS PARA OS VISITANTES

Diariamente será sorteada uma bicicleta para os visitantes da Quinta Prolar e da 61a Festa das Flores. Cinco bicicletas são do tipo aluminium, no valor de R$ 300,00 cada e outras cinco são bicicletas de 18 marchas, no valor de R$ 200,00 cada.

No período de 13 a 21 de novembro, na Expoville, em Joinville, acontecem a Quinta Prolar – Expofeira Multisetorial de Produtos e Serviços para o Lar e Família e a 61a Festa das Flores.
Considerada uma das mais importantes atrações paralelas da Festa das Flores, a Prolar é promovida pela Associação Comercial e Industrial de Joinville, Acij. Muitas novidades nos segmentos de produtos e serviços para o lar serão apresentadas nos 45 estandes da expofeira.
Entre os expositores já está confirmada a participação da empresa gaúcha Azamtropex que produz vários utensílios domésticos. "Ano passado eles também estavam na Prolar. Foi uma das sensações da feira. Os produtos são de excelente qualidade e os preços muito mais baratos que os anunciados na televisão", informa Altamir A. Andrade, organizador do evento.
Uma das novidades, já confirmada, é a participação da empresa Eurocom do Brasil – Indústria, Comércio, Importação e Exportação, do Espírito Santo – ES. "Os visitantes da Prolar terão oportunidade de conhecer uma serra manual e um estilete de uso doméstico e profissional que cortam ferro, vidro, cerâmica, pisos, azulejos etc. Quem gosta de fazer consertos ou tem como hobby fazer alguma coisa em casa, vai se encantar com estas novidades", diz Fábio Mazotto, gerente comercial da Prolar.
Além dos visitantes poderem conhecer lançamentos e novidades, estarão concorrendo também ao sorteio de brindes, diariamente. Já está confirmado o sorteio diário de uma bicicleta. "Joinville ainda guarda na memória o slogan de Cidade das Bicicletas. Por isso apoiamos a Festa das Flores e a Prolar, patrocinando as bicicletas que serão sorteadas entre os visitantes", diz Paulo Cortez, da Jobrasil, de Joinville.
Se você tem um produto diferenciado, alguma novidade para o lar ou para a família, os organizadores da Prolar ainda têm alguns estandes de reserva. Os segmentos que podem expor são: arquitetura, construção, marcenaria, piscinas, hidromassagem, móveis, louças, saunas, filtros, aparelhos eletrodomésticos, equipamentos de ginástica, motos, veículos, náutica, brinquedos, calçados, bijouterias, computadores e video-games, escolas, telefonia, serviços diversos etc.

 

2ª quinzena de agosto de 1999-  Press Release 014
PRÊMIO ADJORI-SC DE JORNALISMO

A Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina – Adjori-SC, vai premiar reportagens sobre a 61a Festa da Flores e a 5a Prolar. Além de certificados para os participantes do prêmio Adjori-SC de Jornalismo, as melhores reportagens receberão troféus e prêmios que totalizam R$ 8 mil.

A 61a Festa das Flores, que acontece no período de 13 a 21 de novembro, em Joinville, tem várias atrações paralelas. Considerada uma das mais belas e tradicionais festas do estado, a Festa das Flores atrai visitantes de todo o país, mas principalmente de Santa Catarina. Ocupando uma área total de 7.600 metros quadrados, dos pavilhões da Expoville, às margens da Br 101, milhares de plantas e flores, com destaque para as orquídeas, dividem os espaços com a Prolar – Expofeira Multisetorial de Produtos e Serviços para o Lar e Família.
Promovida pela Associação Comercial e Industrial de Joinville – Acij, a Prolar é uma contribuição da classe empresarial para atrair maior público para a Festa das Flores. Este ano, o Conselho dos Núcleos Setoriais da Acij, que reúne aproximadamente 300 empresas de micro e pequeno porte, pretende incluir a grande maioria dos 23 Núcleos Setoriais como expositores coletivos da 5a Prolar, afirma o presidente do Conselho, Ivo Baltazar Koenig.
A Agremiação Joinvilense de Amadores de Orquídeas – Ajao, promotora da Festa das Flores, e a Comissão Organizadora do evento, estão entusiasmadas: "Esta é a última edição da Festa das Flores, deste milênio. Estamos trabalhando com muito carinho", diz o presidente da Ajao, o arquiteto Pedro Holderbaun.
Para destacar o evento e ampliar a repercussão, estadualmente, a Prolar fez uma parceria com a Adjori-SC instituindo o Prêmio Adjori-SC de Jornalismo. Os jornais do interior do estado de Santa Catarina estão sendo convidados à participarem do Prêmio que prevê certificados de participação, troféus especialmente produzidos pela artista plástica N.Dina, de Balneário Camboriú e prêmios em dinheiro.
Com apenas uma modalidade, Reportagem Jornal Impresso, cada jornal poderá concorrer com duas matérias abordando os seguintes temas:

        "Nos próximos dias será divulgado o regulamento do Prêmio, no jornal da Adjori-SC", informa Altamir A. Andrade, Diretor de Marketing da entidade.

 

2ª quinzena de agosto de 1999-   Press Release 013
ESPAÇOS DA QUINTA PROLAR ESTÃO 50% MAIS BARATOS

A Quinta Prolar terá 10 lotes centrais com 20 metros quadrados cada. O preço, de R$ 65,00 o metro quadrado, está 50% mais baixo que a edição anterior. Os estandes básicos, de nove metros quadrados, tiveram redução de 35%, no custo.

Promovida pela Associação Comercial e Industrial de Joinville, Acij, a Prolar – Expofeira Multisetorial de Produtos e Serviços para o Lar e Família terá sua quinta edição. Realizada no período de 13 a 21 de novembro, em Joinville, no complexo turístico da Expoville, às margens da BR 101, o evento acontece junto com uma das mais tradicionais festas do sul do país: a Festa das Flores.
Considerada pelos mestres alemães da GHM – Gesellschaft für Handwerksaussstelungen-und-messem mbH, da Câmara de Artes e Ofícios de Munique e Alta Baviera, Alemanha, uma das melhores feiras multisetoriais do Brasil, a Prolar tem como missão "Consolidar um ambiente de oportunidades de negócios imediatos e futuros, prioritariamente aos empresários de micro e pequenas empresas".
O  estande com montagem básica (paredes brancas com acabamento de alumínio, piso com carpete, estrutura espacial, treliça de alumínio, para forro, ponto de energia elétrica e quatro spots para lâmpadas, teve o custo reduzido em 35%, comparativamente com a feira do ano passado. "O estande básico, de nove metros quadrados, custa apenas R$ 990,00. O mesmo estande, ano passado, custou R$ 1.300,00", informa Altamir A. Andrade, organizador do evento.
Esta diminuição do custo deve-se à redução da área ocupada (25%), redução do número de estandes (55%) e redução nos custos de organização (15%), explica o organizador. "Fomos desafiados pela diretoria da Acij. Tínhamos que conseguir uma redução nos custos dos estandes e melhorar a qualidade do evento. A Quinta Prolar terá uma seleção de expositores com os melhores produtos e serviços expostos desde a primeira edição. Estará menor, porém, ainda melhor", complementa Andrade.
Ainda neste mês de agosto os organizadores farão contato com os expositores que participam da Prolar desde 95. À estes será dada a preferência. Após, outras empresas que tenham novidades no segmento doméstico, principalmente, serão convidadas, também.

 

1ª quinzena de agosto de 1999 -  Press Release 012
"O VIZINHO" É DESTAQUE NA REVISTA DESTAK’S

Com a manchete: O Vizinho – um pequeno-grande negócio, a revista Destak’s, com circulação em Mafra, Itaiópolis, Papanduva e Canoinhas, em Santa Catarina e Rio Negro, Campo do Tenente, Lapa e Quitandinha, no Paraná, dedica duas páginas da edição 63, de julho/99, ao jornal dos bairros de Joinville, O Vizinho.

A revista Destak’s, editada há cinco anos pela OM Editora de Mafra, SC, é uma revista de generalidades e vendida em municípios da região nordeste do estado de Santa Catarina e sudeste do Paraná.
A edição de julho/99 traz uma ampla reportagem sobre a história do jornal "O Vizinho" ocupando toda a página 35. Ainda nesta mesma edição a revista aproveita a reportagem que o jornal "O Vizinho" veiculou em maio/99, intitulada: Joinville é pólo de distribuição de drogas, e a publica quase integralmente na página sete.
Para o editor do jornal "O Vizinho", o empresário Altamir A. Andrade, iniciativas como esta são o reconhecimento da credibilidade que o jornal dos bairros de Joinville tem no meio da comunicação.
"Esta não é a primeira vez que somos destacados por outros veículos de comunicação. Temos dezenas de registros, em nossos arquivos impressos e clipagens de rádios e TVs, comentando, positivamente, nosso jornal", afirma Andrade. "Estas deferências nos orgulham e incentivam nossa equipe a continuar fazendo o melhor", complementa.
Foi em 1994 que o jornal "O Vizinho" ganhou destaque estadual e nacional. O prêmio Sebrae "Talento Empreendedor Catarinense", conquistado na primeira edição do concurso estadual teve grande repercussão. Naquele mesmo ano o Sebrae Nacional também concedeu "Menção Honrosa", à equipe do jornal.
"A partir daqueles prêmios temos recebido muitas visitas em nossa empresa. Empresários de diversos estados brasileiros e de outros países vêm conhecer nosso projeto e a forma de distribuição gratuita que fazemos em cem mil domicílios joinvilenses" diz Fábio M. Mazotto, ex-empregado e atualmente sócio-gerente da empresa.
Com a Internet, o jornal "O Vizinho" abriu mais uma importante janela para o mundo. Quem quiser conhecer a história do jornal e as mais recentes edições é só acessar o sítio www.ovizinho.com.br.


2ª quinzena de julho de 1999 -  Press Release 011

JORNAL "O VIZINHO" NÃO PAGARÁ A CPMF

Os jornais do interior de Santa Catarina, associados da Adjori-SC, estão livres do pagamento da CPMF. O juiz Federal Carlos Alberto da Costa Dias, da 2a Vara Federal de Florianópolis, deferiu, em 14/07, liminar impetrada pela Fampesc. A liminar favorece o jornal "Ovizinho" que é associado da Adjori-SC, e que, por sua vez, também é filiada à Fampesc.

A cobrança da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira, CPMF, pelo governo Federal, sofreu mais uma derrota. A Federação das Associações de Micro e Pequenas Empresas de Santa Catarina, Fampesc, iniciou uma campanha para isentar as micro e pequenas empresas do pagamento desse imposto. A liminar, favorável, beneficia mais de 15 mil empresas catarinenses.
"Essa mobilização empresarial contra a CPMF deve-se principalmente porque o governo criou um imposto que deveria ‘salvar’ a saúde pública. O que se viu foi mais um descaso com a classe empresarial e trabalhadora. A saúde pública continua um caos e a maioria dos recursos gerados pela CPMF foram desviados. Para onde?", argumenta Altamir A. Andrade, editor do jornal dos bairros de Joinville "O Vizinho" e associado da Adjori-SC.
De acordo com Andrade, se empresários e trabalhadores tivessem visto melhorias na saúde pública, que justificassem o pagamento de mais esse imposto, dificilmente teria havido tanta mobilização contra a CPMF.
"Essa vitória é mais uma demonstração de descontentamento empresarial contra a voracidade do governo. Como as pequenas empresas estão descomprometidas com ações e políticas governamentais de favorecimentos, tiveram liberdade para brigar, e vencer", acredita o empresário.
Por outro lado, a Constituição Federal prevê que o governo deve dar tratamento diferenciado às micro e pequenas empresas. A isenção da CPMF pode ser interpretada dessa forma, também.

 

1ª quinzena de julho de 1999 -  Press Release 010
QUINTA PROLAR PREVÊ REUNIR 230 EMPRESAS

Prevista para o período de 13 a 21 de novembro, junto com a 61a Festa das Flores, a Quinta Prolar, Expofeira Multisetorial de Produtos e Serviços para o Lar e Família, ampliará a participação dos Núcleos Setoriais da ACIJ.

Promovida pela Associação Comercial e Industrial de Joinville, ACIJ, a Quinta Prolar já tem, definidas, importantes mudanças que deverão melhorar ainda mais a qualidade dos produtos e serviços expostos. Este ano, a expofeira ocupará o pavilhão "J" do piso superior da Expoville, integrando-se ao lay-out da Festa das Flores. O novo formato da Prolar privilegiará as micro e pequenas empresas associadas dos Núcleos Setoriais.
Nos anos anteriores a Prolar tinha quatro fileiras de estandes e um total de aproximadamente 100. Para esta Quinta edição estão previstos apenas 45 espaços. Destes, somente 35 terão montagem básica de estandes, com divisórias. Os demais espaços, com 20 metros quadrados cada, estarão estrategicamente localizados no centro do pavilhão.
"Temos um total de dez espaços para serem ocupados pelos Núcleos Setoriais. De forma coletiva, as micro e pequenas empresas se apresentarão institucionalmente, com seus núcleos. Esta montagem será feita como se fossem mais 10 pequenos jardins no meio da Prolar", explica Altamir A. Andrade.
O presidente do Conselho dos Núcleos Setoriais da ACIJ, o empresário do ramo de seguros Ivo Baltazar Koenig, acredita na possibilidade de 20 núcleos se apresentarem na Quinta Prolar. "Se apenas dez empresas de cada núcleo participarem, cada uma vai investir, em média, apenas R$ 50,00, e divulgará seus produtos para um público previsto de 100 mil visitantes", prevê Koenig.
Com esta inovação, a Prolar vai se integrar ainda mais à Festa das Flores. Está diminuindo a quantidade de estandes para aumentar a quantidade de plantas e flores, e o visitante terá a sensação de que está fazendo negócios no jardim da Festa das Flores. Por outro lado, a Prolar estará aumentando o número médio de empresas de 110 para 230, aproximadamente, através dos núcleos.

 

2ª quinzena de junho de 1999 -  Press Release 009
LÍDER EMPRESARIAL PRESTA CONTAS

O editor do jornal "O Vizinho" e líder empresarial Altamir A. Andrade, presta contas de sua gestão frente ao Conselho dos Núcleos Setoriais da Associação Comercial e Industrial de Joinville, ACIJ.

O empresário do setor de comunicação e eventos, Altamir A. Andrade, termina seu mandato como presidente do Conselho dos Núcleos Setoriais da ACIJ, apresentando relatório de sua diretoria da gestão 07/98 a 06/99.
Constam, no relatório, 25 ações voltadas para o crescimento empresarial, profissional e associativo da micro e pequena empresa. O Conselho dos Núcleos da ACIJ reúne aproximadamente 300 empresários em 25 núcleos nos mais diversos segmentos setoriais da indústria, comércio e serviços.
"Foi uma das mais importantes representações que assumi ao longo de minha carreira profissional. Contamos com o apoio de vários segmentos empresariais, políticos e econômicos. Felizmente, a micro e pequena empresa começa a receber a devida atenção das forças vivas da sociedade", declara Andrade que passa a presidência, no final do mês de junho, para o empresário Ivo König.
Entre as ações de sua gestão, Andrade destaca o projeto apresentado à Secretaria da Fazenda da Prefeitura Municipal, com propostas para redução do Custo Joinville. "Realizamos um estudo abrangente, em parceria com outras entidades, atendendo pedido do próprio prefeito Luiz Henrique da Silveira, tão logo assumimos a presidência. Entre as propostas apresentadas, o ISS escalonado teve boa receptividade. Há possibilidade de sua implantação já no próximo ano."
Satisfeito, Andrade avalia também que o 10o Congresso Brasileiro das Associações Comerciais, que aconteceu no período de 16 a 19 de junho, em Joinville, foi um marco na história político-econômica brasileira. "Pela primeira vez na história do país, as micro e pequenas empresas foram tão valorizadas. Já existe uma consciência de que as grandes empresas são geradoras de impostos, e as pequenas, geradoras de emprego e renda. O 10o CACB foi o marco de uma nova relação entre as empresas de grande e pequeno porte. Finalmente a sociedade compreende a importância complementar entre elas."
Andrade afirma que o caminho adotado por Joinville será multiplicado com sucesso por todo o Brasil através do Projeto Empreender que incentiva e organiza as Associações Comerciais a acolherem as pequenas empresas, em seu quadro associativo. Assim, as Associações Comerciais se transformam em entidades prestadoras de serviços para seus associados.

 

2ª quinzena de junho de 1999 -  Press Release 008
PANFLETAGEM DIMINUI O DESEMPREGO EM JOINVILLE

Por se tratar de uma das mais eficazes ferramentas de marketing e pelo baixo custo, pequenas e grandes empresas estão, cada vez mais, produzindo panfletos, jornais promocionais e impressos diversos para distribuição.

O constante aumento do desemprego, destes últimos anos, tem alavancado a economia informal em todo o país. Joinville, que era considerada uma típica cidade industrial, amarga, atualmente, com um contingente próximo de 50 mil desempregados.
Automação industrial, aumento da produtividade e competitividade internacional formam o tripé básico para o crescente desemprego. Esta realidade, que parece irreversível, obrigou autoridades e empresários a repensarem Joinville. A prestação de serviços acabou se transformando, no curto prazo, no setor que mais ganhou atenção e cresce gerando milhares de novos postos de trabalho e renda.
Entre os vários serviços que compõe a economia informal, vemos a distribuição de panfletos nas ruas e esquinas. Esta realidade criou um novo nicho de mercado: a panfletagem.
Inicialmente realizada por qualquer pessoa que se dispusesse a enfrentar sol, chuva, riscos de acidentes, protestos de motoristas e apreensões dos materiais, pelos fiscais da prefeitura, atualmente a panfletagem especializou-se na entrega domiciliar. Com isso, transformou-se num negócio que gera dezenas de empregos diretos e impulsiona, indiretamente, o movimento de milhões de reais na economia da cidade.
Há quase dez anos no mercado, a equipe do jornal "O Vizinho" consolidou-se, pioneiramente, como empresa especializada em panfletagem domiciliar.
Atendendo pequenas e grandes empresas como Stoc Supermercados, Big Ben Jóias e Relógios, Quimidrol, Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL, escolas, video locadoras etc., esta equipe distribuiu o equivalente a um milhão e 800 mil panfletos nos primeiros seis meses do ano.
"Nossa equipe trabalha uniformizada e identificada com a logomarca "O Vizinho". Recebe treinamento especializado, que adquirimos distribuindo o jornal ao longo destes sete anos, e conhece a cidade na palma das mãos. E o mais importante, não sujamos a cidade porque entregamos de porta-em-porta", informa o empresário Altamir Andrade.
O Sócio-gerente Fábio M. Mazotto complementa: "Nossos clientes são incluídos no programa de Qualidade Total de Entrega – QTE. No final da panfletagem entregamos os relatórios onde constam todos os bairros e ruas aonde efetuamos a entrega além das pesquisas e conferências de recebimento identificadas com nome do morador e endereço completo. Não conhecemos nenhuma outra empresa que ofereça esta qualidade."

 

1ª quinzena de junho de 1999 -  Press Release 007
JORNAL VIRTUAL INICIA PROCESSO DE CONSOLIDAÇÃO

O primeiro tema, exclusivo no sítio http:\\www.ovizinho.com.br, para as internautas, é o teste "Você é feliz na cama?"

Há menos de dois meses no ar, em fase experimental, o sítio do jornal dos bairros de Joinville "O Vizinho", começa a interligar a comunicação do jornal impresso com o virtual. A partir desta edição, número 318, temas exclusivos para a Internet estão sendo anunciados no jornal impresso.
 "Considerando que cada edição do jornal impresso "O Vizinho" atinge uma determinada região da cidade de Joinville, ou seja, um grupo de 4 bairros, em média, os assuntos ali abordados são exclusivos daquela região. No entanto, recebemos diversas colaborações, de nossos leitores, que interessam à toda a cidade. Estas colaborações, então, serão divulgadas através da Internet", explica Altamir A. Andrade, editor do jornal "O Vizinho".
Com esta estratégia de interligação entre o jornal impresso e o virtual, o Conselho Editorial do jornal "O Vizinho" decide manter o diferencial da regionalização, um pioneirismo deste que é um dos mais abrangentes veículos de comunicação de massa, impresso, de Santa Catarina.
"Somos o único jornal que promove uma cobertura em 100 mil domicílios, na mesma cidade do estado. Isto representa, aproximadamente, 96% dos domicílios joinvilenses que recebem gratuitamente o jornal "O Vizinho", informa Fábio M. Mazotto, diretor comercial.

Para acessar a home-page:
1o Entre no sítio – http:\\www.ovizinho.com.br
2o Clique em "edição atual" e clique, novamente, em "região 7"
3o Se você acessar após o dia 15 de junho, clique em "edição anterior" e clique, novamente, em "região 7"
4o Clique em "Teste: Avalie se você é feliz na cama"

 

2ª quinzena de maio de 1999 -   Press Release 005
INTERNAUTAS TÊM ACESSO ÀS DEZ REGIÕES DO JORNAL "O VIZINHO", NA INTERNET

O sítio do jornal dos bairros de Joinville é http:\\www.ovizinho.com.br, e contempla os 35 bairros, três distritos e oito localidades de abrangência do jornal.

No ar, desde o ínicio deste mês de maio, em fase experimental, o sítio do jornal "O Vizinho" está configurado em quatro grupos básicos:
1º  -  Apresentação institucional, com histórico da empresa, produtos/serviços/custos, abrangência do jornal, especificações técnicas, comentários dos diretores etc.;
2º  -  Edição atual, com a inclusão da edição mais recente do jornal;
3º  -  Edições anteriores, contemplando a última edição de cada uma das dez regiões de abrangência do jornal dos bairros de Joinville;
 4º  -  Link de e-mail para o jornal, acessado diretamente do sítio, permitindo que o visitante virtual possa enviar sugestões, fazer comentários ou tecer críticas.
A grande vantagem para quem acessar o sítio do jornal "O Vizinho", pela Internet, estará, em breve, em conhecer às dez regiões de abrangência do jornal, que compreendem 35 bairros, três distritos e mais oito localidades de cobertura, totalizando então, a tiragem impressa de 100 mil exemplares distribuídos gratuitamente em 100 mil domicílios joinvilenses.
Nesta primeira fase de implantação, na Internet, o sítio ainda não contempla patrocinadores com banners ou links para outros sítios. "Queremos finalizar a inclusão das nossas dez regiões. Após esta fase, que estará concluída nos próximos 60 dias, iniciaremos uma campanha comercial exclusiva para a Internet.  Não temos dúvidas que o sítio do jornal "O Vizinho" será um dos mais acessados, muito em breve", afirma Altamir A. Andrade, editor do jornal.
É com esta visão comercial, propiciada pela Internet, que a equipe do Bureau de Comunicação e Eventos está se profissionalizando. "Além de estarmos montando uma estrutura de hardware, software e humanware especializada na criação de sítios e home-pages, para pequenas empresas, estamos criando também outra excelente oportunidade para anunciantes e patrocinadores, em nosso jornal virtual", explica Fábio Mazotto, diretor comercial da empresa.

 

1ª quinzena de maio de 1999 -  Press Release 004
JOINVILLE TEM REPRESENTANTE NA DIRETORIA DA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR-ABRAJORI

A eleição, para o biênio 1999/2001, contemplou representantes de 16 estados. O empresário Altamir A. Andrade, editor do jornal dos bairros de Joinville, "O Vizinho", é o diretor de marketing

A   Associação Brasileira dos Jornais do Interior, Abrajori, que tem a sede em Brasília, realizou o XII Congresso Brasileiro dos Jornais do Interior no parque Beto Carreiro World, em Piçarras, SC. Paralelamente, aconteceu também o XI Congresso dos Jornais do Interior do Estado de Santa Catarina, realizado pela Associação dos Jornais do Interior de SC, Adjori.
Os eventos reuniram, no final de abril, mais de 200 empresários e representantes de jornais dos estados de Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Pará, Pernambuco, Paraíba, Mato Grosso, Maranhão, Bahia, Espírito Santo, Rondônia, Tocantis e Minas Gerais.
O proprietário do jornal Folha do Oeste, de São Miguel do Oeste, SC, Miguel Ângelo Gobbi, foi reeleito para o cargo de presidente da Abrajori e da Adjori também.
Algumas autoridades marcaram presença, principalmente no jantar de confraternização. Entre elas, representando o governador Esperidião Amim, o Secretário de Estado da Segurança Pública e da justiça, Luiz Carlos Schmidt de Carvalho; o prefeito de Piçarras, Umberto Luiz Teixeira; os deputados Estaduais Francisco de Assis (PT), João Rosa (PSDB) e Vicente Caropreso (PSDB).
Uma das metas da nova diretoria é a maior divulgação da entidade. "Precisamos demonstrar, para a sociedade brasileira, a força comunicativa dos jornais do interior. Vamos organizar um grande evento, a cada dois anos, com várias atividades, que proporcionará o desenvolvimento profissional e crescimento empresarial de nossos associados", afirma Gobbi.
Foi com este objetivo que a Abrajori convidou o empresário da área de comunicação e eventos Altamir A. Andrade, para ocupar o cargo de diretor de marketing. "Além do jornal "O Vizinho", um projeto empresarial de sucesso, o Andrade é especialista na organização de eventos, como a Prolar. Vamos aproveitar ao máximo toda a experiência dele". justifica.

 

2ª quinzena de abril de 1999 -  Press Release 003
JORNAL "O VIZINHO"TEM HOME PAGE, NA INTERNET

O endereço eletrônico é http:\\www.ovizinho.com.br

Já está no ar a home page do jornal dos bairros de Joinville "O Vizinho". Além de permitir o acesso ao jornal, pelos internautas, o sítio é também a amostra de um novo serviço do Bureau de Comunicação e Eventos: a criação de home pages para pequenas empresas.
"Quando decidimos nos conectar à internet tivemos dificuldades para encontrar fornecedor especializado na criação de home page para pequenas empresas. Os que "pareciam" estar preparados exigiam prazos de entrega muito longos. Assim, decidimos investir neste segmento do mercado", informa Altamir A. Andrade, editor do jornal "O Vizinho".
A home page passa por um período experimental de 90 dias. Inicialmente, estão no sítio as informações institucionais do jornal "O Vizinho". Recursos de som, cores, movimentos, imagens e efeitos a tornam funcional e comunicativa. A partir de maio, o sítio vai receber as edições das diversas regiões da cidade, que fazem uma cobertura em 35 bairros, oito localidades e três distritos de Joinville.
"Vamos aproveitar todo o know-how, que adquirimos ao longo deste sete anos, para atender nosso principal cliente, a pequena empresa, ajundando-a na criação de mais uma importante ferramenta de marketing, sua home page", avisa Fábio Mazotto, gerente comercial do jornal "O Vizinho". De acordo com Mazotto, as pequenas empresas têm a necessidade vital de otimizar ao máximo os recursos financeiros delas. "A maioria das pequenas empresas não dispõem de orçamentos ou verbas destinadas ao marketing. Investem neste segmento muito mais para realizar negócios do que para manter sua marca na lembrança do consumidor. É preciso oferecer serviço de qualidade, que dê retorno e que tenha baixo custo. É isto que estamos oferecendo, também, na criação de home pages, complementa.

 

1ª quinzena de abril de 1999 -  Press Release 002
JORNAL "O VIZINHO" É MONITORADO PELA BIBLIOTECA PÚBLICA NACIONAL

Este monitoramento deve-se a filiação do jornal "O Vizinho" à Adjori-SC, que está instituindo o Cadastro Catarinense de Jornais do   Interior.

É a Lei de Imprensa quem estipula as normas a serem seguidas pelos que operam veículos de comunicação impressa e especifica as que regulamentam o aspecto institucional do jornal. Por exemplo, exige-se o registro do jornal, em cartório, da atividade de imprensa, o envio de um exemplar de cada edição às bibliotecas nacional e estadual, bem como uma série de especificações que devem constar no expediente. É o cumprimento destas normas que tiram os jornais da condição de "ilegalidade".
Foi com o objetivo de documentar a circulação e esta exigência do registro legal dos jornais no Estado de Santa Catarina, que a Associação dos Dirigentes de Jornais do Interior - Adjori - SC, tomou a iniciativa de instituir o Cadastro Catarinense de Jornais do Interior - CCJI. "Em breve, a Adjori-SC, através do CCJI, estará informando à sociedade, autoridades, agências de publicidade e aos próprios associados, a relação atualizada dos jornais que estão registrados legalmente", informa o supervisor do Cadastro, Sérgio Schaeffer.
Em fevereiro deste ano o jornal "O Vizinho" decidiu que estava na hora de se associar à Adjori-SC e participar deste processo. "Esta é uma das mais importantes ações associativas para a profissionalização e crescimento de nosso projeto empresarial" afirma Altamir A. Andrade, editor do Jornal dos bairros de Joinville, "O Vizinho". Andrade acredita que as ações que estão sendo implementadas pela diretoria da Adjori-SC, contribuirão para a captação de recursos que virão de grandes campanhas publicitárias e publicações legais públicas e privadas.
"O CCJI também tem como meta auxiliar os jornais a desfazer a reserva com o que o mercado trata a imprensa interiorana. Somos mais de 100 jornais e tiragem próxima de 500 mil exemplares. Essa força, organizada e reunida pelo CCJI, estará abrindo um novo e promissor leque de negócios, tanto para os filiados da Adjori-SC como para os grandes anunciantes, que certamente se convencerão da avassaladora força dos jornais do interior", afirma Miguel A. Gobbi, presidente da Adjori-SC e da Associação Brasileira dos Dirigentes de jornais do Interior - Abrajori.
A partir de agora, a Adjori - SC está catalogando todas as edições do jornal "O Vizinho" nas bibliotecas públicas nacional e estadual, bem como em seus próprios arquivos.

 

2ª quinzena de fevereiro de 1999 - Press Release 001
CONSELHO EDITORIAL DO JORNAL "O VIZINHO" TOMA POSIÇÃO CONTRA A CONSTRUÇÃO DA USINA HIDRELÉTRICA DO CUBATÃO

Decisão foi tomada no início do mês de fevereiro e será revista após acontecimento de nova audiência pública, sobre o assunto.

A   Mata Atlântica era, à época dos descobrimentos, a segunda maior formação de floresta tropical da América do Sul. Abrangia então, em território brasileiro, uma área contínua de pouco mais de um milhão de quilômetros quadrados. Dela saiu o "pau-brasil" a madeira que, com sua cor avermelhada, semelhante à tonalidade das brasas, servia para a tintura do florescente mercado renascentista de tecidos. Essa foi a primeira riqueza a ser explorada pelos colonizadores e a que deu o nome à nação.
Vários ciclos econômicos se desenvolveram desde então em suas terras férteis. O da cana-de-açúcar e o do café, entre muitos outros. Todos eles levando a uma sempre maior apropriação do território originalmente coberto por esta luxuriante floresta.
De tal forma foi a pressão sobre esta mata que hoje dela restou, em território brasileiro, apenas cerca de 4% de sua área original com formações primitivas.
A Mata Atlântica é hoje considerada como uma das principais florestas tropicais mais ameaçadas de extinção e um dos "hot-spots" de concentração de biodiversidade mundial, prioritário para sua conservação. No entanto, a destruição é bem mais acelerada que os poucos programas de apoio bem sucedidos.
Em 1994 o "Bureau" do Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica referendava um conjunto de ações que viabilizavam uma gestão eficiente e adequada das Reservas da Biosfera. Entre elas, a necessidade de conscientização e debate. É com esta premissa que o Conselho Editorial do jornal "O Vizinho", considerando as contradições e inúmeras dúvidas que pairam sobre a construção da Usina Hidrelétrica do Rio Cubatão, decidiu posicionar-se contra a mesma.
Afinal, serão extintos mais 270 hectares de Mata Atlântica da Serra Dona Francisca, considerada pela Organização das Nações Unidas, ONU, uma das nove mais importantes reservas de biodiversidade do planeta.
"O assunto é polêmico e as catástofres naturais que assolam o mundo são uma resposta às agressões do homem ao meio ambiente. Devemos pesquisar, debater e exaurir o assunto para que a decisão tomada seja a mais benéfica para os joinvilenses", justifica Altamir A. Andrade, editor do jornal "O Vizinho".


Este sítio: www.ovizinho.com.br
[Topo da Página] [Principal] [Mapa do Sítio / Seções] [Busca Interna] [Jornal]
[Anuncie Aqui] [Contato] [Faça Seu Sítio Conosco] [Novidades]   [Informações e Negócios]
© 2000. Jornal
O Vizinho® / Bureau de Comunicação e Eventos Ltda. Vide notas.

Melhor visualizado em IE5, com vídeo true color, 800x600.

Fim da Página